A Rádio Cardal está obviamente solidária e associa-se assim a este grupo de Rádios que boicotam ações da campanha eleitoral para as Eleições Europeias. Assim sendo, não será acompanhada por parte da Rádio cardal nenhuma iniciativa relacionada com as próximas eleições de 26 de Maio.

“Em causa “estão as dificuldades sentidas pelas estações locais, que se veem com uma série de entraves que, no limite, colocam em causa a viabilidade económica das rádios. Uma das principais reivindicações das rádios é o fim da discriminação na atribuição de tempos de antena durante as campanhas eleitorais, já que as estações locais, contrariamente aos operadores com cobertura nacional, só recebem dinheiro do Estado na sequência da transmissão dos tempos de antena para as eleições autárquicas, legislativas e para os referendos, ignorando os restantes escrutínios eleitorais em Portugal. Também a redução da burocracia excessiva a que as rádios estão sujeitas consta da lista de exigências.”